Blog

Foi neste ano que dados finalmente passaram a influenciar nosso cotidiano

21 de dezembro de 2021
|
Anderson Franca

“Uma das principais obras do jornalista e escritor Zuenir Ventura é o livro “1968: o ano que não terminou”. Nele, o autor detalha os acontecimentos que marcaram o icônico ano e suas consequências décadas depois. Bem, se alguém escrever um livro ou se debruçar sobre o papel e a influência dos dados na sociedade em 2021, certamente pode se inspirar no mesmo título.

Os impactos da aceleração digital irão perdurar por muito tempo e os dados exercerão posição de destaque nos negócios, relações sociais, política, entretenimento, entre outros setores. A partir de agora, é inimaginável um mundo sem a análise e gestão de informações. Como se vê, 2021 realmente vai ser o ano que terminará para essa área

Veja o artigo completo da nossa diretora Alessandra Montini UOL.

Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.